Felipe Araújo

Meus estudos de flauta doce iniciaram em 2007 na Fundação das Artes em São Caetano do Sul-SP, e mesmo parecendo ser pouco tempo, me apaixonei pelo instrumento e tenho me dedicado intensivamente para conhecer cada vez mais a respeito de sua história. Paralelamente estudei piano e participei de vários masterclasses de flauta doce com diferentes professores com carreiras internacionais e nacionais, além de nomes consagrados do universo flautístico como Marion Verbruggen e Paul Leenhouts. Participei de diversos recitais com diferentes grupos como o Mosaico Harmônico, o Duo Madeira de Bloco, o grupo Xantippe e o quarteto de flautas doces da FASCS, além da excelente oportunidade de ser integrante da montagem da ópera Dido e Enéias de Henry Purcell organizada pela Fundação das Artes de São Caetano do Sul em 2010. Desde 2011, tive a oportunidade de conhecer e estudar através da metodologia Suzuki para flauta doce, o que fez mudar a minha maneira de tocar flauta doce conseguindo perceber a importância e os benefícios de tocar decor o repertório estudado. Agora tenho um novo desafio e um privilégio: fazer parte do Quinta Essentia quarteto, grupo que sempre admirei, me inspirou e agora me orgulha!