Publicado em: 7 de março de 2016

O Projeto “Todos pelos Direitos”, realizado pela APAE DE SÃO PAULO e patrocinado pela Petrobrás, produziu, em 35 municípios do interior de São Paulo, encontros de articulação com quatro segmentos (Assistência Social, Educação, Saúde, Justiça e Segurança Pública), tendo como eixo três temas que impactam a vida de crianças e adolescente com deficiência intelectual: Deficiência, Violência e Trabalho. Além desses encontros, houve outros de formação por tema com os quatro segmentos.

O Projeto atingiu, ao final de dois anos, mais de 590 encontros, entre aqueles da articulação, de formação e os Seminários Regionais, que foram oito. Estiveram presentes mais de 2.700 atores nesses encontros. Por meio deste método, foram escutadas as vozes de diversos atores e segmentos da rede, articulando ideias e serviços, realizando proposições e novas maneiras de enfrentamento à violência e violação de direitos. Um dos resultados do projeto é a publicação “Todos Pelos Direitos – Deficiência Intelectual, Cidadania e Combate à Violência”, que já está disponível no ISSUU.

A publicação, em sua introdução, explica que a partir das reflexões geradas nos encontros, “foram construídos coletivamente com as redes municipais modelos de fluxo para auxiliar os atores na identificação, intervenção e encaminhamento dos casos que chegam à rede. Esses fluxos podem servir como ponto de partida para a construção de um plano municipal de enfrentamento à violência contra a criança e o adolescente.”

Deixe uma resposta