Núcleo de Pesquisa e Criação do Figurino e Indumentária Brasileira

Dentro do conjunto de pesquisas e fazeres dentro da OCA, apontamos o Núcleo de Pesquisa e Criação do Figurino e Indumentária Brasileira como um espaço de desdobramentos e diálogos constantes com as práticas ligadas à dança, música, artes manuais, cenotécnica, cenografia, e por fim, a relação com o grupo de mães da comunidade da Aldeia, que traduz seus fazeres através do estudo e produção do artesanato brasileiro, confecção de utilitários domésticos e a concepção e execução dos figurinos e indumentárias dos espetáculos e performances do grupo artístico da OCA.

O caminho adotado para este núcleo percorre etapas, o processo de trabalho com a orientação do educador, da(o) artista ou figurinista convidado, dos mestres dos fazeres manuais, pesquisa na biblioteca e no acervo digital, reflexões sobre as raízes culturais brasileiras e os diferentes papéis que estas produções do vestir podem desenvolver nos processos educativos como também no estudo da cultura e da arte. Portanto, uma linguagem para comunicação e expressão, que no decorrer dos anos foi se estruturando, e criando um vocabulário próprio, com resultados significativos na área de formação e produção.

Estes contatos com os vestuários são também formas e propósitos de reconhecer a identidade, a igualdade e diferenças dentro das variadas matrizes culturais brasileiras:  indígena, africana e luso, estudadas e experimentadas na Oca com todas as suas cores, texturas, linhas, formas, movimentos e interlocuções. Enfim, uma expressão que contribui para um senso crítico e estético elaborado a partir do universo simbólico pessoal e coletivo do educando e educadores da OCA e suas imaginações criativas de vestir um corpo que simboliza os fazeres e saberes do imaginário cultural brasileiro na cena, em experimentações em sala de aula e ressignificações no setor da moda, instalações, exposições e bazares temáticos ligados ao artesanato brasileiro, rendas e bricolagens com tecidos, e confecção de bijuterias.

Vale destacar que este núcleo tem uma dimensão que engloba as variadas gerações presentes na Oca, crianças, adolescentes, jovens em formação, adultos e idosos em plena atuação criativa, que desenvolvem suas práticas manuais em conjunto, trazendo à tona memórias afetivas fortalecendo a oralidade do grupo através de narrativas pessoais e cantigas do universo popular brasileiro.